Tel: (77) 3424-3698 | Fax (77) 3422-7858

35299888_1871317986224596_6280668669945053184_n_phixrSeguindo as deliberações da assembleia de ontem (14/06), os profissionais da educação da rede municipal de ensino paralisaram suas atividades nos turnos matutino e vespertino.

Durante a manhã, a categoria dividiu-se ocupando os espaços da sessão da Câmara de Vereadores, do Seminário para discussão da Base Nacional Comum Curricular -BNCC, no CEMAE e na formação do MEC para reformulação do plano de carreira da educação na Universidade Aberta do Brasil – UAB.

A categoria realizou panfletagem contra a proposta de reajuste zero, anunciada na última negociação com o governo, a terceirização dos serviços essenciais, achatamento da tabela salarial dos profissionais da educação, não cumprimento da Lei do Piso e diversas outras reivindicações.

Durante o seminário sobre a BNCC, a presidente do SIMMP, Ana Cristina Novais, solicitou lugar de fala convidando35330040_1871317292891332_8548888177962647552_n_phixr os colegas presentes no evento para a luta. Ana Cristina cobrou do governo municipal a valorização dos profissionais da educação, cumprimento da Lei do Piso e plano de carreira, chamando atenção sobre a reposições. “Nós temos reunião marcada na terça-feira com na SMED para falar sobre a reposição, uma vez que as reposições de paralisação historicamente só são pensadas após Campanha Salarial. É inaceitável discutirmos reposição antes de finalizarmos a campanha. Não negamos os direitos dos alunos, mas não abrimos mão dos nossos direitos”, afirmou.

 Na Câmara de Vereadores, o vice-presidente do SIMMP, Davino Nascimento, fez uso da plenária reivindicando dos representantes do legislativo apoio na causa da educação e solicitando dos vereadores a fiscalização das contas municipais, para que apontem o que pode ser feito e corrigido. “No momento estabelecemos paralisações pontuais porque vamos para todos os cantos da sociedade discutir o projeto de educação para esse município”, disse.

35362284_1871316799558048_1009761225199845376_n_phixrNa formação do MEC sobre os planos de carreira também aconteceu movimentação. A secretária geral, Ruth Trindade, esteve presente. “Ficamos sabendo somente hoje que esse curso é uma exigência do MEC e os profissionais da educação devem ter representação aqui, apesar de não ter ocorrido nenhuma divulgação do evento para o sindicato.  Ficamos sabendo de várias informações importantes, inclusive que nosso plano de carreira não atende às deliberações do próprio MEC. Amanhã estaremos em mobilização no CEASA para panfletar e dizer para a população como o educador está sendo tratado no município de Vitória da Conquista”, finalizou.

SIMMP - Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista
Endereço: Av. Presidente Vargas, 335 - Alto Maron
CEP 45045-010 Fone: (77) 3424-3698 / 3422-7858