Tel: (77) 3424-3698 | Fax (77) 3422-7858

O SIMMP, com o intuito de auxiliar e tornar a educação conquistense “mais forte”, apresenta neste vídeo os caminhos necessários para alcançar essa meta.

 

Confira a declaração do Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista diante do discurso do prefeito no dia 23 de março, durante a posse dos diretores e vice-diretores da rede municipal de ensino.

 

DSC_0013_phixr

Na tarde desta quinta-feira (22), alunos, pais e professores realizaram manifestação na Escola Municipal José Rodrigues do Prado, no distrito de Pradoso. Há 23 dias sem aulas nos turnos da tarde e noite, os alunos protestaram pedindo uma solução para o problema.

Alunos, pais e professores manifestaram a insatisfação por ainda não terem iniciado o ano letivo, cobrando uma solução do município. O turno vespertino que atende o Fundamental II e o noturno com a EJA – Educação de Jovens e Adultos, não tiveram nenhum dia de aula pela falta de transporte dos profissionais da educação na unidade escolar.

Segundo Lídia Paiva da Silva, mãe de alunos, a falta de aulas é uma situação crítica. “Tenho dois filhos aqui na escola e eles ficam em casa ansiosos para poder estudar. Nós como pais queremos um futuro melhor para nossos filhos, queremos educação de qualidade e aula para nossas crianças”, complementou.

DSC_0019_phixrPara a profissional da educação Ednei Gomes, iniciar o ano letivo com quase um mês de atraso é um enorme prejuízo para a continuidade do aprendizado dos estudantes. “Estamos sabendo que acontecerá uma licitação de transporte no mês de abril, mas não podemos esperar tanto tempo para que os alunos tenham aula. Já são 23 dias sem aulas, não podemos correr o risco de inviabilizar o ano letivo”, afirmou.

O protesto foi uma inciativa da comunidade escolar para chamar a atenção das autoridades e da população para as condições de transporte no distrito de Pradoso, que atende alunos de várias localidades e reivindicam o cumprimento do calendário letivo no tempo correto, a garantia do direito à educação e a dignidade no transporte escolar dos profissionais da educação e dos estudantes.

DSC_0036_phixrO Sindicato do Magistério realizou na manhã desta terça-feira (20), assembleia para discutir os episódios de assédio moral sofridos pelos profissionais da educação dentro das escolas e creches da rede municipal de ensino. Durante a assembleia foi relatado o caso de duas profissionais da educação que recentemente foram assediadas moralmente no local de trabalho.

Considera-se assédio moral qualquer atitude abusiva que exponha o trabalhador a situações constrangedoras ou humilhantes e é imprescindível que as vítimas denunciem, para que situações como essas não te tornem uma prática comum na rede de ensino. O SIMMP procurou a Secretaria Municipal de Educação relatando o recente episódio e cobrou da SMED posicionamento sobre o ocorrido, além de acompanhar todo o caso e ter prestado apoio às profissionais da educação vítimas de assédio moral.DSC_0107_phixr

A presidente do SIMMP, Ana Cristina Novais, afirmou que todos os trabalhadores devem ser tratados com respeito e que o papel do sindicato é mediar ações como essa, evitando que o assédio moral se repita. “Não iremos admitir situações como a prática do assédio moral dentro das instituições de ensino. Expor esse problema é uma forma de chamarmos a atenção da categoria e para encorajarmos nossos colegas a lutarem contra o assédio moral nas instituições. Nossa postura como sindicato é apoiar a base. Antes de tudo nós somos humanos e não podemos permitir que o dia a dia nos embruteça. Temos que nos manter capazes de nos emocionar e ter empatia com a situação do outro”, concluiu Ana Cristina.

DSC_0131_phixrApós a assembleia, os profissionais da educação seguiram para a Praça Joaquim Correia (Praça da Prefeitura), onde foi realizado ato contra o assédio moral no ambiente de trabalho, finalizado por um abraço simbólico dos profissionais da educação presentes em apoio aos colegas.

Todos os Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, que possuem laudo médico, estão convocados a participar de reunião com a diretoria do SIMMP, a realizar-se terça-feira (20/03), às 15:00 horas, na sede do sindicato.

Confira (clique na imagem para ampliá-la):

Reunião Laudo - 20-03-2018

 

Todos os Profissionais da Educação da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista, filiados ao Sindicato do Magistério Municipal Público, estão convocados para a  assembleia extraordinária da categoria, que acontecerá terça-feira-feira (20), no Salão Dom Vital, às 07:30 horas.

Contamos com a presença de todos!

Confira a convocação (clique para ampliar):

Assembleia extraordinária 20-03-2018

DSC_0371_phixrO SIMMP vem acompanhando o ano letivo na rede municipal de ensino de Vitória da Conquista desde o início, tendo registrado diversos problemas referentes ao transporte dos profissionais da educação e dos alunos na zona rural.

Nesta segunda-feira (12), os motoristas responsáveis pelo transporte da zona rural do município, protestaram em frente à Prefeitura Municipal reivindicando as horas extras trabalhadas durante os meses de novembro, dezembro, janeiro e parte de fevereiro. Além desse fato, devido à suspensão do pagamento das horas extras, os motoristas estão trabalhando somente oito horas por dia, tempo insuficiente para que seja feito o descolamento dos profissionais da educação que trabalham na zona rural sem acarretar atraso nas aulas.

Também durante essa semana, o Sindicato do Magistério recebeu denúncias relacionadas aos veículos utilizados no transporte dos profissionais da educação em Dantilândia. No período da tarde, o veículo usado para transporte dos docentes é um ônibus reservado para deslocamento dos alunos no entorno da própria localidade, não sendo adequado para a distância percorrida pelos profissionais. Nesta terça-feira (13), não houve aula durante o turno vespertino pois o ônibus quebrou.

Segunda a direção da escola, foi encaminhado ofício solicitando a resolução da questão. A coordenação de transportes da SMED alega estar aguardando licitação de transporte, que acontecerá no mês de abril para regularização, apesar do ano letivo ter sido iniciado desde o dia 28 de fevereiro. O SIMMP segue fiscalizando as condições de transporte da rede de ensino, cobrando do executivo municipal condições adequadas para locomoção dos profissionais da educação e também dos alunos, além do apoio ao pagamento das horas extras dos motoristas.

DSC_0110_phixrNo dia 8 de março, Dia Internacional da Mulher, o SIMMP, em parceria com o Fórum de Mulheres de Vitória da Conquista (composto por diversas entidades, movimentos sociais e sindicais), realizaram a Marcha de Mulheres. Com o tema: “Mulheres por um novo projeto de Brasil: Mais direitos, mais democracia, resistência e luta feminista”, a categoria se reuniu no Salão Dom Vital onde foram distribuídas as camisetas confeccionadas para a marcha e posteriormente o grupo seguiu ao encontro dos demais participantes na Praça Barão do Rio Branco.

DSC_0190_phixrUnidas, as mulheres pertencentes aos mais diversos segmentos sociais chamaram atenção para a luta por reconhecimento e equidade de gênero, representação política, respeito à diversidade, dentre outras reivindicações como as condições dos serviços de atenção e proteção às mulheres vítimas de violência e da inexistência de uma Casa Abrigo na cidade, para
atendimento e proteção dessas vítimas.

O SIMMP convidou Nilvandia Oliveira Prado, profissional da rede há 28 anos, para representar a categoria através da sua história de coragem e lutas durante todo esse tempo. Nilvandia trabalha nas escolas de assentamento e sempre esteve presente na luta pelos movimentos sociais, pela reforma agrária e por uma vida melhor e mais digna para toda a classe trabalhadora. Recentemente perdeu seu filho, Márcio Matos, vítima de assassinato. Márcio também era filho do ex-prefeito, Jadiel Matos.

Através de sua história permeada por lutas e em busca da igualdade de direitos, Nilvandia representou asDSC_0272_phixr Profissionais da Educação, tendo seu rosto estampado nas camisetas que foram usadas pelas mulheres durante a marcha. A presidente do SIMMP, Ana Cristina Novais, falou sobre a importância de valorizar e homenagear uma profissional da educação do nosso município, visto que o Sindicato do Magistério é uma categoria formada majoritariamente por mulheres. “Nossa camisa, estampada com o rosto de Nilvandia, é uma homenagem a essa mulher que nos representa enquanto mulheres que batalham todos os dias. Estamos vendo nossos direitos sendo ameaçados a todo momento, trabalhadoras e trabalhadores com atraso no terço de férias, recebendo suas rescisões parceladas, tendo seus direitos cerceados, mas que ainda sim se fazem presentes nesta marcha. Somos uma categoria que luta todos os dias pela educação no município, e por isso hoje homenageamos Nilvandia, que nos representa através da sua história. Esse é o momento de nos unirmos, pois a nossa luta vai continuar, por nenhum direito a menos, pelo reconhecimento de todas e todos os profissionais da educação”, completou a presidente.

DSC_0144_phixrNilvandia Oliveira Prado, a profissional homenageada, enfatizou que o dia 8 de março é uma data para relembrarmos a luta de mulheres que morreram para defender seus direitos e de como, cada vez mais, as mulheres sofrem violências e desvalorização na sociedade e que devemos estar atentas e atuantes em relação a essas questões.   Sobre o convite de representar as mulheres da categoria, Nilvandia afirmou estar muito emocionada. “O dia de hoje foi muito importante pois estou passando por um momento bastante difícil em minha vida e ao ser valorizada desse modo, me sinto abraçada por todas as mulheres que são mães, filhas, avós e netas. Foi uma emoção muito grande e gostaria de agradecer a toda a equipe do SIMMP pela homenagem que acalmou meu coração mais um pouquinho. Hoje me senti abraçada por todas as mulheres da nossa cidade, principalmente pela categoria das profissionais da educação, pelas mulheres trabalhadoras rurais e por todos os movimentos sociais. Esse momento vai ficar marcado para sempre em minha memória”, concluiu Nilvandia.

Apesar da chuva durante a manhã, a marcha teve grande representatividade das mulheres, que seguiram juntas em busca da igualdade de direitos, liberdade, democracia, respeito e cidadania, deixando uma mensagem de força capaz de mudar a sociedade.

Hoje (08-03-2018), celebramos o Dia Internacional da Mulher e o SIMMP homenageia todas as profissionais da educação da Rede Municipal de Ensino de Vitória da Conquista.

 Nilvandia Oliveira Prado, profissional da rede há 28 anos, foi convidada para representar a categoria através da sua história de coragem e lutas durante todos esses anos. Trabalha nas escolas de assentamento e sempre esteve presente na luta pelos movimentos sociais, pela reforma agrária e por uma vida melhor e mais digna para toda a classe trabalhadora. Recentemente perdeu seu filho, Márcio Matos, vítima de assassinato.

 Neste dia 8 DE MARÇO, desejamos a todas as mulheres do Brasil, cada vez mais igualdade, respeito e dignidade.

NOSSA VIDA! NOSSA LUTA! NOSSOS DIREITOS!

pedro emílioÉ com profundo pesar que o Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista comunica o falecimento de Pedro Emílio da Silva Passos, presidente do Conselho Municipal de Educação – CME.

Pedro Emílio faleceu nesta quarta-feira (07/03) e seu corpo será velado na Câmara Municipal de Vereadores.

Na oportunidade, o SIMMP lamenta profundamente o ocorrido e presta condolências aos familiares e amigos.

SIMMP - Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista
Endereço: Av. Presidente Vargas, 335 - Alto Maron
CEP 45045-010 Fone: (77) 3424-3698 / 3422-7858