Tel: (77) 3424-3698 | Fax (77) 3422-7858

Convidamos todos os Profissionais da Educação, filiados ao SIMMP, para a Assembleia ordinária com a seguinte pauta:

1-      Prestação de contas;

2-      Encerramento das atividades da Diretoria Executiva triênio 2015-2017;

3-      Posse da Diretoria Executiva triênio 2018-2020.

A última assembleia da atual gestão acontecerá na Loja Maçônica Fraternidade Conquistense, dia 14/12/2017 (quinta-feira) às 19 horas.

Ressaltamos que o acesso ao salão do evento ocorrerá mediante apresentação de documento de identidade com foto, uma vez que a lista de filiados deverá ser assinada na entrada.

Clique na imagem para ampliá-la:

Convite_simmp_2017B (3)

Nos dias 15 e 16 de dezembro acontecerá no teatro Glauber Rocha (UESB), o 3º Seminário do Grupo de Pesquisa em Política e Gestão da Educação Básica. O evento abordará o tema “Democracia, Política e Gestão Educacional” e discutirá o atual contexto econômico, político, cultural e social.

Os interessados em participar da atividade podem se inscrever preenchendo o formulário online disponível através do link: http:Seminário Educação Básica

Para mais informações, entre em contato com o Departamento de Filosofia e Ciências Humanas (DFCH), pelo telefone (77) 3424-8652.

FONTE: http://www.uesb.br/ascom/ver_noticia_.asp?id=16062

Atendendo a orientação da CNTE, o SIMMP comunica aos Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, que, apesar da nota das centrais sindicais nacionais suspendendo a Greve Geral do dia 05, em virtude da mudança da data de votação do novo texto da Reforma da Previdência, O SIMMP, juntamente com o Fórum Sindical, promoverá Ato Público no período da manhã, na praça Barão do Rio Branco, a partir das 08:30 horas, não havendo atividades sindicais nos demais turnos.

ATENÇÃO:

A Greve Geral Nacional está suspensa, entretanto o SIMMP e o Fórum Sindical promoverão Ato Público no dia 05 de dezembro, na praça Barão do Rio Branco no período da manhã.

Confira aqui a nota da CUT e o Ofício Circular nº 48/2017 da CNTE:

NOTA DA CUT

Ofício CNTE

A diretoria do SIMMP esteve presente na noite de ontem (29), na reunião do Fórum Sindical para debater e planejar a mobilização das organizações sindicais e da sociedade civil na Greve Geral Nacional. Nesse momento, que é de fundamental importância para a organização sindical e a população brasileira, devemos estar atentos para a nova proposta de desmonte da Previdência Social apresentada pelo governo federal, que deverá ser votada no dia 06 de dezembro. O novo texto mais uma vez prejudica o trabalhador brasileiro na questão das contribuições previdenciárias e aposentadorias.

Na sexta-feira, dia 1º, o Fórum Sindical ocupará a Tribuna Livre da Câmara de Vereadores em protesto a essas medidas e para chamar a população para a Greve Geral que acontecerá no dia 05 de dezembro. Atendendo a convocação da CNTE, O SIMMP juntamente com diversas entidades sindicais de Vitória da Conquista convoca a população para participar da mobilização da Greve Geral que acontecerá no dia 05 de dezembro na Praça Barão do Rio Branco a partir das 08:30 horas.

WhatsApp Image 2017-11-29 at 10.32.26 (1)Na manhã desta quarta-feira, 29, a comunidade escolar do Colégio Estadual Nilton Gonçalves, organizou um ato em repudio ao fechamento do local. A escola que atende uma comunidade formada por cerca de 15 mil pessoas dos bairros circunvizinhos, é a única escola de Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) nas imediações dos bairros Ibirapuera, Nenzinha Santos, Alvorada, Bruno Bacelar e Nossa Senhora Aparecida.

Além dos profissionais da educação, pais e estudantes, o ato contou com a participação de diversas instituições, dentre elas a diretoria do SIMMP. A concentração da passeata aconteceu na Praça da Bandeira e seguiu até a Avenida Lauro de Freitas.

WhatsApp Image 2017-11-29 at 16.33.55A comunidade segue empenhada para que, apesar da decisão do governo do estado, o colégio Nilton Gonçalves não seja fechado, mas sim que ocorra um planejamento adequado através da construção de uma unidade própria que atenda os quase 800 alunos.

DSC_0021_miniA diretoria do SIMMP juntamente com os representantes sindicais participaram de reunião na tarde da última terça-feira (22), para a discussão do calendário escolar 2018.

Durante a reunião com o SIMMP no dia 16 de novembro, a SMED apresentou uma proposta de calendário para o ano de 2018.  O SIMMP enviou o calendário para a socialização nas escolas e creches e os representantes sindicais trouxeram as propostas das respectivas instituições para que fossem discutidas durante a reunião desta terça-feira.

DSC_0025_miniPara a diretora sindical Patrícia Tavares, a junção das propostas é importante para a consolidação de um calendário que seja viável para a categoria.  “Durante a tarde de hoje tentamos encontrar as melhores proposições para contemplar as necessidades e direitos dos profissionais da educação. A rede é grande e observa muitas demandas, por isso cada representante apresentou uma sugestão e juntos conseguimos chegar a uma proposta construída pelo grupo, que será avaliada pelo Conselho de Educação”, afirmou a diretora.

O Conselho de Educação estará reunido nesta tarde para apreciar as propostas apresentadas e aprovar o calendário escolar do próximo ano letivo.

Por um projeto de lei de janeiro de 2003, foi estabelecido que o dia 20 de novembro seria o Dia Nacional da Consciência Negra. A data lembra o dia em que Zumbi do Palmares, líder da resistência que lutou contra o regime escravocrata, foi morto, em novembro de 1695. Um dia para se refletir acerca do papel dos negros e negras na construção da sociedade brasileira.

Três séculos depois, os negros ganharam mais espaço e representatividade na sociedade. Mas o preconceito e a discriminação ainda existem― mesmo sendo um país de cultura miscigenada. “O Brasil foi o último país a acabar com a escravidão, foi assunto muito mal resolvido no país, não houve uma organização, uma maneira de absorver toda aquela população, eles não foram inclusos, temos uma separação enorme”, explica a socióloga e professora universitária, Lucia Rangel.

E esta não inclusão da população negra pode ser percebida nos dias atuais. De acordo com pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 17, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), negros e pardos são a maioria entre os desempregados, domésticos e ambulantes e, além disto, são menos remunerados do que os trabalhadores brancos.

Por que é tão difícil criar uma política de inclusão social mais digna e menos excludente? Para a psicóloga social, mesmo representando a maior parte dos brasileiros, os negros não têm representatividade e, além disto, há um conflito de interesses. “Eles são alijados do processo econômico, social e político você acaba garantindo para o restante uma situação privilegiada”, pondera a socióloga.

O assunto racismo, porém, não deve ser evitado. O debate não pode ficar restrito, mas sim envolver os meios de comunicação, a sociedade e seus representantes para que todos entendam o quão nocivo o racismo pode ser. “Há muitas pessoas que acreditam até que o racismo não existe em nosso país. Fala-se muito pouco nisto”, pondera.

Apesar de pouco mais de três séculos desde o fim do racismo, fica evidente que o Brasil ainda tem muito a evoluir quando se trata do preconceito e da discriminação racial. “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”, como diria Martin Luther King, expoente norte-americano contra o racismo. Quem se cala diante de atos racistas acaba sendo conivente com eles.

Fonte:https://noticias.cancaonova.com/brasil/dia-da-consciencia-negra-ainda-ha-muito-que-fazer-contra-o-racismo-no-brasil/

Foi anunciado na última semana o fechamento do Colégio Estadual Nilton Gonçalves, localizado no bairro Ibirapuera. O colégio atende a comunidade escolar dos bairros Ibirapuera, Nossa Senhora Aparecida, Nenzinha Santos, Alvorada e Bruno Bacelar. O SIMMP reconhece a perda social que o fechamento de uma escola gera para a comunidade, de todas as dificuldades provocadas a partir de medidas como essa, principalmente quando não existe uma solução adequada para sanar a lacuna educacional gerada pelo fechamento de uma instituição de ensino. No caso do Nilton Gonçalves, por exemplo, os estudantes terão de ser transferidos para outras unidades de ensino pela região.

A comunidade de pais e alunos alega que o deslocamento dos estudantes para outras escolas, por conta da distância, violência urbana, além do fechamento da EJA (Educação de Jovens e Adultos), poderão gerar evasão escolar e dificuldades no acesso ao ensino público. O Sindicato do Magistério se solidariza com a notícia e apoia a decisão da comunidade escolar em se mobilizar para que o Colégio Estadual Nilton Gonçalves permaneça funcionando. O SIMMP espera que situações como essa não aconteçam mais no sistema educacional do município de Vitória da Conquista e manifesta o seu apoio aos pais, alunos e profissionais da educação envolvidos.

DSC_0112_miniA diretoria do SIMMP participou de reunião na última quinta-feira (16), na Secretaria Municipal de Educação (SMED) para discutir algumas demandas dos Profissionais da Educação. Estiveram presentes o Secretário de Educação, Marcelo Melo, a Assessora de Gabinete, Selma Maria de Oliveira, e a Coordenadora do Núcleo Pedagógico, Dilvane Dias.

O principal ponto de pauta foi a discussão da reposição do calendário escolar 2018. Os demais pontos discutidos e os encaminhamentos serão socializados na próxima assembleia ordinária da categoria, onde posteriormente divulgaremos data e local.

Informamos a todos os Profissionais da Educação da rede municipal de ensino de Vitória da Conquista, filiados ao SIMMP, que o convênio da Entidade com o SESC está regularizado.

A diretoria assinou o contrato, cuja documentação anualmente é atualizada. Portanto, quem tiver interesse em efetivar o convênio, já pode se dirigir ao SESC, não esquecendo de apresentar a documentação que comprove a filiação.Também para a emissão da credencial do conveniado, são necessários alguns documentos:

Conveniado titular:

Carteira de identidade, CPF, último comprovante de rendimento, comprovante de residência e 01 foto 3×4.

Dependentes:

Esposo(a) ou companheiro (a): certidão de casamento civil, ou religioso ou certidão de nascimento de filho tido em comum, ou escritura pública de união estável, carteira de identidade, CPF e 01 foto 3×4.

Filhos menores de 18 anos: certidão de nascimento, carteira de identidade (a partir de 12 anos), CPF, 01 foto 3×4.

 

Observações: Apresentar cópias. As fotos devem ser recentes.

SIMMP - Sindicato do Magistério Municipal Público de Vitória da Conquista
Endereço: Av. Presidente Vargas, 335 - Alto Maron
CEP 45045-010 Fone: (77) 3424-3698 / 3422-7858